Baixe grátis - Podcast Os 5 grandes erros cometidos por confecções de roupas

terça-feira, 17 de maio de 2011

O Percurso da Alta Costura – Luxo e Criação no Circuito da Moda

O vestuário vem sofrendo grandes modificações ao longo dos tempos. Desde o uso das peles, entrelaçamentos de hastes, fios, cipós, passando pelo algodão, linho e a seda até o surgimento da indústria têxtil com técnicas que evoluíram e modernizaram-se no decorrer dos tempos. Com as transformações políticas e sociais que regem os povos, as roupas vão se modificando e com elas os meios de produção vão se diversificando, diante de novas técnicas e com tecnologias mais avançadas. Da invenção da máquina de costura, que propiciou uma maior produtividade, impulsionando a indústria de confecção, até a criação de fibras artificiais que vem evoluindo de forma rápida e agregando novos valores aostecidos. Em meio a tudo isto surge a Alta Costura, como símbolo de luxo e refinamento frívolo, que emprega processos inéditos de sedução e impõe-se como status e poder de quem a usa e de quem a faz. Com técnicas artesanais, sob medida e com modelos exclusivos, sua característica principal, a Alta Costura influencia com seu poder, como formadora de opinião na arte, criação e inspiração no mundo da moda. È restrita a um pequeno grupo de profissionais filiados à Câmara Syndical de la Haute Couture, com sede em Paris e obedecendo a critérios estabelecidos. Por questões econômicas, surgem os conglomerados, onde pequenos grupos com alto poder aquisitivo patrocinam as marcas mais famosas, usando-as como estratégia de marketing para venda de outros produtos, como perfumes, acessórios, bolsas, calçados e também, o Pret-à-porter de luxo, com roupas produzidas em série e que levam o nome da marca. Este trabalho tem como objetivo, estudar o percurso da Alta Costura e o poder de influência que ela ainda exerce no circuito da moda e a trajetória dos costureiros que saindo do anonimato a partir do século XIII, tornaram-se verdadeiras celebridades nos dias atuais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário